Dicas Para Tornar Sua Construção Sustentável

Dar início a uma construção sustentável não é a coisa mais fácil do mundo atualmente, e algumas pessoas até mesmo pensam que isso não é possível no dia de hoje. Porém, essa não é uma verdade que se defenda!

A verdade é que esse tipo de construção é cada vez mais recomendado, e além de promover uma grande economia em dinheiro, facilita muito a vida de pessoas que desejam realmente colaborar com um mundo mais sustentável.

Por isso, daremos a seguir as melhores dicas para que sua construção se torne um exemplo em sustentabilidade o quanto antes.

1-   Para começar a sua construção sustentável, insira o projeto no território

começar a sua construção sustentável

Esta é a base do projeto bioclimático: como aproveitar as vantagens oferecidas pelo meio ambiente (calor no inverno, frescor no verão, luz natural, ventilação etc.) r proteger-se das restrições.

Você pode brincar com o relevo local: colocar sua construção gentilmente em um morro a sota vento pode associar o lado estético ao lado prático da ventilação natural.

Você pode aproveitar e fazer um porão particularmente favorável à energia geotérmica para aquecê-lo de maneira barata e renovável, mesmo que este não seja muito comum no Brasil.

2-   Escolha os materiais certos

A construção de um projeto é a parte submersa do iceberg: a maior parte da energia usada em um prédio é maior que necessário!

Para chegar ao fundo de um design inteligente, precisamos estimar a quantidade de energia que uma construção gasta em cada fase de sua vida.

Uma das partes mais importantes é a compra do material para ter uma construção sustentável. O motivo pelo qual falo isso é bem óbvio.

A maioria das marcas estão pouco preocupadas em fornecer produtos que valorizem a vida ambiental.

Assim, é necessário que você pesquise bem sobre cada uma das fornecedoras do material, para ter certeza do que eles fazem para ajudar o meio ambiente, e como o seu material poderia prejudicar a sua construção sustentável!

3-   Evite desperdícios

Essa palavra costuma ser assustadora. O princípio básico é, acima de tudo, não desperdiçar. Em outras palavras: somente consuma o que sua construção precisa!

As regulamentações térmicas determinam um nível máximo de consumo que não deve ser excedido. Mas isso permanece da teoria e a figura em questão é de qualquer maneira superdimensionada.

Podemos, portanto, nos divertir otimizando nossa construção e seus sistemas para consumir apenas o que precisamos e não jogar o resto fora.

4-   Conforto e saúde

Suponhamos que estamos falando de uma construção de uma casa.

Você está pronto para viver 20 horas por dia, 365 dias por ano, por 30 anos em uma casa, certamente muito bonita, mas sustentável e formaldeído (elementos cancerígenos e/ou tóxicos)?

No entanto, é que você está vivendo com certeza se sua casa não foi construída seguindo uma abordagem sustentável. Critério número 1 no projeto de uma casa deve ser conforto e saúde.

Além dos problemas sanitários, um edifício deve responder constantemente à necessidade do prazer dos cinco sentidos:

  • A vista
  • Toque

Em conexão direta com os materiais: uma bela peça de mobiliário será agradável ao toque. Experimente na sua mesa ou sofá.

  • Audição

Elimine o ruído indesejado para desfrutar do silêncio ou do encaixe suave e seco de uma porta.

  • O gosto

Eu não estou pedindo para você lamber suas paredes, mas sim de fazer uma boa refeição em uma casa bonita.

  • Cheiro

Você já entrou em um prédio novo? Você se lembra daquele cheiro nos corredores?

Claro que para empresas, apartamentos ou até outros tipos de construções, os benefícios, as características e outros serão diferentes. Portanto, é necessário pensar nisso com cautela.

Conclusão

Você pode ter uma construção sustentável sim! Basta seguir as dicas acima, e logo você conseguirá surpreender a todos aqueles que desacreditam desta possiblidade.